COMO A SAÚDE MENTAL IMPACTA NA VIDA DO EMPREENDEDOR?

por | 10 abr, 2022 | 0 Comentários

SER DONO DO PRÓPRIO NEGÓCIO SIGNIFICA APRENDER A LIDAR COM SITUAÇÕES INESPERADAS E DESAFIADORAS, O QUE EXIGE MUITO MAIS DO QUE CONHECIMENTO TÉCNICO. É FUNDAMENTAL ESTAR PREPARADO EMOCIONALMENTE

O sonho de empreender está cada vez mais presente entre os desejos dos brasileiros. Mas ser dono do próprio negócio vai muito além de uma ideia brilhante ou um propósito a ser construído. É preciso arregaçar as mangas e enfrentar os desafios desta decisão que pode envolver uma série de riscos, necessidade de tomar decisões rápidas e instabilidade financeira. Com isso, noites mal dormidas, pressão por resultados, acúmulo de tarefas etc. Essas situações costumam fazer parte da aventura de empreender, em maior ou menor escala.
Para não deixar o sonho se tornar um pesadelo é importante procurar entender se a jornada de trabalho tem levado você a uma falta de cuidados com a saúde mental e de preocupações excessivas. Esta realidade está muito presente na rotina dos empreendedores brasileiros. São cerca de 3 milhões que experimentam níveis severos de sintomas de estresse, ansiedade e depressão, segundo a pesquisa “Saúde mental das pessoas que empreendem no Brasil frente à pandemia da Covid-19”, conduzida em parceria pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Troposlab. A pesquisa também revelou que 76% dos empreendedores se sentiam afetados pela pandemia e 15% começaram a usar medicamentos.

O corpo costuma dar sinais. Você tem sentido dores de cabeça constantes, muito cansaço, dificuldades para se concentrar, alterações no padrão de sono – por exemplo, insônia, sono em excesso ou acorda várias vezes durante a noite, falta ou excesso de apetite, irritabilidade, dores no corpo, coceiras e alergias, sensação de fracasso frequente, negatividade? Se a reposta foi sim para alguma dessas situações, é preciso tomar uma atitude para virar esse jogo e manter vivo o sonho de empreender.


Fatores que afetam q vida do empreendedor
O dia a dia de um empreendedor não é uma tarefa fácil e exige jogo de cintura e resiliência para lidar com tantas tarefas ao mesmo tempo. Com isso, são inúmeras as situações que podem impactar negativamente a saúde mental de um empreendedor.

Eduardo Adas


Eduardo Adas é empreendedor há três décadas. Formado em engenharia de produção, descobriu sua missão de vida
na comunicação corporativa depois de atuar em diferentes áreas. Há 19 anos, ele é sócio fundador da SOAP, empresa
da área de comunicação corporativa que criou o mercado de apresentações profissionais com atuação no Brasil e Portugal realizando projetos para mais de 26 países, além de ser coautor dos livros: o Detone e o Super Apresentações.

Para ele, os principais pontos que costumam ser os inimigos do empreendedor na saúde mental são: a falta de garantias, principalmente no começo de um negócio; o alto nível de estresse devido à carga de responsabilidades e recursos escassos; a confusão entre o CPF e o CNPJ, que pode levar à perda da identidade pessoal; e o isolamento social devido ao trabalho em excesso.

Diante disso, Eduardo concorda que o equilíbrio emocional é algo imprescindível para o empreendedor. “Apesar de sermos vistos como pessoas corajosas, engajadas e motivadas, também há muitos desafios nessa jornada. É necessário saber lidar com situações inesperadas e desafiadoras, o que exige muito mais do que conhecimento técnico. É fundamental estar preparado emocionalmente”, destaca Eduardo, acrescentando que empreender é sobre como você executa a sua ideia de negócio. “E aí entra a resiliência, que está muito ligada ao equilíbrio emocional. É você ser persistente, ter claro quais são seus objetivos e sangue frio na hora que as coisas não vão tão bem”.

Para ele, que lida diariamente com empresários de diferentes ramos de mercado, que buscam na comunicação uma das estratégias para serem autoconfiantes em seus negócios, a pandemia foi um divisor de águas. “Momentos de crise são capazes de desencadear muita angústia, como aconteceu durante a pandemia com vários donos de negócios. Percebo que empresas que eram bem planejadas, bem geridas, que pensavam em projetos de sustentabilidade, investiam em seus funcionários e no bem-estar deles, conseguiram resistir ao que aconteceu. Foi impossível para qualquer um de nós, em qualquer empresa, ter saído ileso desse trauma. Mas não tenho dúvida de que os empreendedores com maior domínio emocional dentro desse período foram os que sobreviveram e estão ainda mais fortes do que estavam antes da pandemia”, comenta.
“A qualidade da sua comunicação é a qualidade da sua vida”. É nisso que Eduardo Adas acredita, uma relação entre comunicação e autoconhecimento. Ele explica que tudo começa com um diálogo interno, com o conhecimento que você tem sobre si mesmo e o nível do seu domínio emocional, que impacta diretamente na sua autoconfiança, reverbera para o público e fortalece o vínculo com a audiência. “Ter clareza sobre os seus gatilhos, pontos de vulnerabilidade, crenças limitantes e ser capaz de reconhecer e dominar as suas emoções é fundamental para se comunicar com excelência, de maneira confiante e persuasiva”, revela.
Os desafios são grandes, mas é possível transcendê-los. Por mais que as dificuldades possam trazer dúvidas e inseguranças, encontrar maneiras que renovam as energias e organizam o turbilhão de pensamentos, ajudam o empreendedor a se desenvolver e se sentir autoconfiante de que é possível ir além das barreiras e fazer seu sonho acontecer.

  1. É possível empreender sem perder a saúde mental?
    Eduardo Adas, em seu artigo no Linkedin, indica algumas práticas que também são referências para diferentes especialistas na área de desenvolvimento humano, e podem contribuir para que você passe a olhar, com mais atenção, para a sua saúde mental.
  1. Mantenha vínculos sociais além do trabalho
    É muito importante não permitir que o isolamento social se instale. Muitos empreendedores mergulham no trabalho e acabam abrindo mão de eventos sociais com a família e amigos. Isso não é saudável e, para manter a mente sã, é recomendado continuar cultivando conexões genuínas com pessoas queridas.
  2. Garanta momentos de lazer no seu dia a dia

Os excessos de carga horária de trabalho e responsabilidades podem desencadear consequências graves se não forem bem administrados. Muitos empreendedores sofrem com a síndrome de burnout, caracterizada pelo esgotamento físico e mental. Por isso, garantir uma rotina com momentos de lazer, hobbies e cuidados com a mente e o corpo é fundamental para garantir o equilíbrio.

  1. Cuide muito bem da parte financeira
    A saúde financeira influencia muito a saúde mental, portanto, organizar as suas finanças é primordial quando se está empreendendo. Se necessário, conte com algum especialista na área para não cometer nenhum erro grave e conseguir separar o dinheiro da empresa do pessoal, além de organizar economias para emergências e uma futura aposentadoria.
  1. Tenha hábitos saudáveis
    Alimentação balanceada, pelo menos 8 horas de sono e a prática regular de exercícios físicos são requisitos básicos para manter a saúde mental em dia. Pode parecer que isso não faz grande diferença, mas tenha a certeza de que só comer alimentos gordurosos, dormir pouco e levar uma vida sedentária pode impactar (e muito) o seu equilíbrio emocional.
  1. Tenha uma rede de apoio e de trabalho

Para empreender e não “pifar” no meio do processo é fundamental ter uma rede de apoio em casa, ou seja, o apoio de amigos e familiares. Ao mesmo tempo, para o seu negócio dar certo e você não se sentir solitário e sobrecarregado, é importante contar com outros profissionais que embarquem nessa jornada com você e tenham habilidades complementares às suas.

  1. Faça terapia
    “Todo mundo deveria fazer terapia, sou suspeito de falar sobre isso por ser um grande fã”, diz Eduardo. Mas empreendedores tendem a se sentir um pouco solitários e sobrecarregados, por isso, vivenciar o processo terapêutico pode ser muito valioso e proporciona uma profunda experiência de autoconhecimento e desenvolvimento.

Para que haja excelência em qualquer atividade, inclusive empreender, é preciso se sentir bem, saudável e confiante. A dica da Trinova para você é: primeiro de tudo, cuide de si mesmo!

Leia mais

Agro Inspiração Feminina

Agro Inspiração Feminina

CADA DIA MAIS AS MULHERES TÊM AJUDADO NA TRANSFORMAÇÃO DO AGRO, DENTRE ELAS, ARETUZA NEGRI, DE PIRACICABA, FIGURA...

CIDADE MATARAZZO

CIDADE MATARAZZO

UM PROJETO LUXUOSO DE SÃO PAULO COM O ÚNICO HOTEL 6 ESTRELAS DO BRASIL Um dos marcos arquitetônicos e históricos de...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.