Conexão Trinova: ‘A nova era de sucesso só depende de você’

por | 8 jun, 2020 | 0 Comentários

Por Pedro Marcílio, publicitário e especialista em marketing e comunicação.

Muito se fala que a vida, as pessoas, o jeito de fazer negócios e empreender não serão mais os mesmos na Era DC – Depois do Covide. Pessoalmente, acredito que as pessoas serão as mesmas, pelo menos os mesmos seres humanos, porém, transformados. Muitos dos novos processos, crenças e valores já se encontravam em mutação. O que a nova experiência trouxe foi simplesmente uma aceleração das mudanças. Fomos forçados a incorporar um novo mindset ou uma nova forma de pensar. O interessante disso tudo é que o novo olhar levou a conclusões de que muitas coisas poderiam ser feitas de forma diferente e dar certo. 

Um bom exemplo no mundo dos negócios foi a decisão que uma grande rede de lojas de brinquedos tomou quando viu suas unidades baixando as portas com o fechamento dos shopping centers. A primeira mudança foi olhar para cada loja não mais como uma loja, mas sim como um “centro de distribuição”. Criou um aplicativo de vendas e municiou seu corpo de balconistas com essa ferramenta e os transformou em um “exército de vendedores” que, com os cadastros existentes de clientes de cada loja, passou a oferecer seus produtos por meio dos aplicativos de mensagens. Negociou com os shopping centers a retirada dos produtos vendidos, via Drive-Thru, e com isso voltou à vida. Toda essa operação demorou 4 dias. 

A internet das coisas também vai ser transformada e acelerada. Notem isso: os próximos refrigeradores ou despensas domésticas serão equipados com leitores digitais sensíveis que identificarão o estoque de produtos de alimentos em casa. Conectados com supermercados previamente definidos autorizarão, automaticamente, os pedidos das compras.

Outro aspecto que vai nortear o novo normal será a capacidade das pessoas de serem curiosas, saírem da zona de conforto e buscarem informações, conhecimento, técnicas e tecnologias.

Trabalhando em casa, notou-se que a produtividade do indivíduo, do empregado, aumentou na medida em que os momentos de distração diminuíram ou ficaram mais racionais. Provavelmente, essa mudança deve gerar um novo ser humano, mais humano, mais presente e sensível. A administração do tempo será diferente.

Se o tempo do isolamento social persistir, a tecnologia também contribuirá para aproximar as pessoas em vários sentidos. As famosas “lives” explodiram. 

Nota-se, também que, na Era DC,  as pessoas vão estar mais atentas e mais críticas. Não será qualquer discursinho que irá convencer as pessoas a mudarem suas opções ou comprarem esse ou aquele produto. Isso vai fazer com que as marcas adotem uma conversa franca, direta, sem muito “mimimi” e calçadas em ações verdadeiras. Por outro lado, e traçando-se um paralelo com a crise de 2008, as empresas nos Estados Unidos que saíram da crise mais tracionadas foram aquelas que não deixaram de fazer ações de comunicação e marketing. Muito pelo contrário. O importante nesse novo normal não é cair na tentação de resultados a curto prazo. 

Se até então, como diz o empresário de comunicação João Carlos Zicard, vivíamos a situação de “1 milhão de pulgas correndo atrás de um cachorro”, a carteira do consumidor, o que teremos pela frente é exatamente o contrário. Um consumidor mais carente, sensível e mais seletivo se afastando dos oportunistas de plantão e se aproximando, realmente, de quem o acolher de forma mais atenciosa e carinhosa. 

A única certeza que temos sobre a volta do novo normal é de que a transformação será o fio condutor das pessoas, negócios e produtos, tanto para o sucesso como para o fracasso. Ela já estava acontecendo, nós é que não víamos. Bem-vindo à nova era de sucesso. Só depende de você.

Leia mais

Última Palavra: Marina Monfrinato

Última Palavra: Marina Monfrinato

Somos os responsáveis por tudo o que acontece em nossa volta. Acho que você já ouviu isso inúmeras vezes, não é mesmo?...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.