Há 62 anos a Faculdade de Odontologia de Piracicaba é um dos maiores orgulhos da cidade

por | 3 abr, 2020 | 0 Comentários

Sorriso piracicabano

Fundada em 1955, a FOP funcionou como Instituto Isolado Estadual até 1967, quando incorporou-se à Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Considerada uma das mais importantes Faculdades de Odontologia do país, ela ocupa um lugar de destaque em decorrência de seu empenho no desenvolvimento da pesquisa e de seus cursos de graduação e pós-graduação, permitindo o aprimoramento técnico e proporcionando aos alunos treinamento adequado em suas clínicas integradas e estágios. Além disso, tem papel importante na formação de profissionais técnicos através do curso de Técnico em Prótese Dentária.

Paralelamente a suas atividades acadêmicas, suas clínicas de atendimento odontológico oferecem tratamento odontológico de alto nível à população de Piracicaba e região, sendo também um centro de referência para outros estados. A FOP, juntamente com a Prefeitura de Piracicaba, é responsável pela cidade ter uma taxa de incidência de cárie menor que a média nacional.

A FOP tem papel de destaque no cenário acadêmico da cidade. Dentre os projetos desenvolvidos localmente visando o conhecimento, destaca-se o Programa de Bolsas de Iniciação Científica para Ensino Médio do CNPq – PIBIC-EM/CNPq que foi implantado em 2008 para receber alunos de ensino médio de escolas públicas nos laboratórios da Faculdade com o objetivo principal de identificar e estimular jovens talentos a atuar em diferentes campos do saber. O programa visa também estreitar o contato entre academia e professores da rede pública para o aperfeiçoamento dos conteúdos curriculares e melhoria das práticas do ensino de ciências. Atualmente, a FOP conta com cerca de 70 alunos de 20 escolas da rede estadual de Piracicaba.

EXCELÊNCIA

Um dos maiores diferenciais da FOP é o alto nível de seus programas de pós-graduação. A área de Odontologia possui 77 programas acadêmicos; desses, 11 são de excelência (nota 6 ou 7) e 4 estão na FOP. Assim, 36% dos programas acadêmicos de excelência da área de Odontologia do Brasil estão na FOP. Com os programas profissionais, os números também surpreendem: 24 programas profissionais na área da odontologia, sendo 3 de excelência (nota 5), e 1 está na FOP. Desta forma, 33% dos cursos profissionais de excelência da área de odontologia do Brasil estão aqui.

RANKING

A Faculdade de Odontologia de Piracicaba tem se destacado como uma das melhoras faculdades do mundo, sendo classificada na 27ª posição na 7ª edição do QS (Quacquarelli Symonds) World University Ranking (2017). Na mesma edição, a Unicamp classificou-se como uma das 50 melhores universidades do mundo. Em 2019, a FOP e se encontra na 34ª posição entre as melhores faculdades de odontologia do mundo.

MAIS DADOS

A faculdade hoje conta com cerca de 1150 alunos distribuídos nos cursos de graduação em odontologia, pós-graduação e extensão. Em 62 anos de fundação, formou mais de 3000 cirurgiões-dentistas. O diretor da FOP, professor Francisco Haiter Neto, comenta que a importância da faculdade para Piracicaba está realmente no atendimento à população. “Semanalmente, em nossas clínicas, são atendidos aproximadamente 2000 pacientes (crianças, adultos e idosos). Além disso, desenvolvemos pesquisas e possuímos cursos de atualização e especialização nas diversas especialidades odontológicas, qualificando profissionais de saúde. Hoje, são mais de 1000 profissionais sendo qualificado pelos professores da FOP”.

PARTE DA HISTÓRIA

Professor Doutor Décio Teixeira é, sem dúvida, uma das maiores joias da FOP. Quando a Faculdade incorporou-se à Unicamp, em 1967, foi Dr. Décio quem o reitor indicou para ser professor titular por aqui, dada sua experiência e formação. “No começo, não tínhamos muita estrutura, e passamos por muitos desafios. Para as aulas práticas, por exemplo, eu precisava ir até Campinas buscar equipamentos, dar a aula, e depois voltar para lá para devolver”, lembra. Com muito trabalho e dedicação, Dr. Décio foi um dos grandes responsáveis pela evolução da FOP. Durante seu tempo lá, até se aposentar em 1992, publicou mais de 40 trabalhos no Brasil e no exterior, e orientou mais de 20 teses de mestrado e doutorado. “Orquestrei o curso de graduação e também de pós graduação em Fisiologia e Biofísica do Sistema Estomatognático, o primeiro do Brasil. Muitas pessoas começaram a vir de fora do país para estudar aqui”, conta. Professor conhecido como rigoroso, ele diz que apenas cumpriu seu papel de educador, uma posição que deve ser reconhecida e respeitada em todas as áreas. Com certeza foi estimado por seus colegas e alunos pois por vários anos foi o professor homenageado no encerramento das turmas.

 

 

Leia mais

Última Palavra: Marina Monfrinato

Última Palavra: Marina Monfrinato

Somos os responsáveis por tudo o que acontece em nossa volta. Acho que você já ouviu isso inúmeras vezes, não é mesmo?...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.