Zebras, camelos, dragões e unicórnios: O ecossistema das startups

por | 2 nov, 2020 | 0 Comentários

Entenda o que diferencia cada empresa desse universo de inovação e saiba quais são as mais valiosas do mundo. 

É isso mesmo que está no título. Além das startups realmente serem “animais”, pela força que elas têm de crescimento e de inovação, o universo também ganha nome de quatro bichos reais e mitológicos: Zebra, Dragões, Camelos e Unicórnios.

As divisões foram definidas por investidores da área e estão em alguns livros, artigos ou discussões sobre startups. 

Mas antes de explicar a diferença entre os quatro animais, é importante definir o que é, de fato, uma startup. Esse nome, cada vez mais presente em assuntos que envolvem tecnologia e economia, define as empresas que começam na incerteza e com a proposta de oferecer atividades inovadoras ou de melhorar negócios já existentes.

Exemplos são o Google,  Airbnb, Nubank e QuintoAndar. Segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), o Brasil tem 12,7 startups, um crescimento de 27% em comparação a 2018.

 Em Piracicaba, há até incubadoras desse modelo de empresa jovem, com o objetivo de oferecer espaço e ferramentas para que elas se fortaleçam. Muitas delas são de soluções para a agricultura.

Há autores que dão mais classificações às startups, como coelhos e baratas. Nesta reportagem, a Trinova lista os animais maiores e exóticos! 

Tipos de startups

Unicórnios

Na mitologia, unicórnios estão relacionados à força. Essa categoria de startup foi definida em 2013 pela fundadora da Cowboy Ventures – empresa voltada ao apoio de empreendedores – Aileen Lee. São as companhias que injetaram mais de US$ 1 bilhão antes de abrir capital na bolsa de valores.

Para a investidora, o Google foi unicórnio em em 1990, e o Facebook, em 2000 (um super-unicórnio). A 99 também nasceu como uma startup unicórnio. 

São características desse empreendimento o investimento em tecnologia e a forte presença nas mídias sociais, a compra deles por outras empresas, o apoio à diversidade dos colaboradores e o crescimento rápido e agressivo (outra característica dos unicórnios na mitologia, por conta do chifre). 

Zebras

São empresas que buscam a objetividade e precisam viver em comunidade para sobreviver. Elas dão o mesmo peso para a sustentabilidade e lucratividade, não se preocupando com o crescimento tão rápido. 

O movimento Zebras Unite explica que as empresas nessa categoria têm visão de futuro e se preocupam com as necessidades da sociedade. 

As principais características das startups zebras são o ambiente de cooperação e a transparência com os usuários. Um dos exemplos é a Switchboard, empresa de consultoria que oferece uma plataforma comunitária para desenvolvimento de equipes e instituições. 

Dragões

Se você acha que as startups unicórnios são agressivas, as dragões superam e ainda são raras. Alguns dizem que são as empresas que arrecadam mais de US$ 1 bilhão em uma única rodada de financiamento, enquanto outros consideram dragões as companhias que devolvem o valor de um fundo ou mais para seus investidores, independentemente do montante.

Na primeira definição, a Uber é um dragão. Na segunda, a Fitbit, marca de pulseiras inteligentes, se tornou uma startup dragão da empresa de capital de risco Foundry Group, com US$ 732 milhões rendidos com a oferta de ações. O investimento inicial foi de US$ 240 milhões.

Camelos

As startups camelos crescem de forma sustentável e podem sobreviver em situações de crise, já que têm alto poder de se adaptar a diferentes cenários econômicos. É a característica de um camelo mesmo, que consegue ficar dias vivo em um deserto, mesmo sem água. 

Com visão de longo prazo, prezam pela sustentabilidade e não têm pressa para altos lucros. Assim, são mais versáteis a mudanças necessárias e não dependem necessariamente de investimentos externos. Esse tipo de empresa foi definido pelo investidor Alex Lazarow. 

Startups mais valiosas do mundo

Segundo levantamento da CB Insights, as dez startups mais valiosas do mundo na categoria unicórnio são:

1º Bytedance (China) – empresa dona do TikTok

2 ºDidi Chuxing (China) – dona da 99

3º Juul Labs (EUA) – fabrica cigarros eletrônicos

4º WeWork (EUA) – empresas de aluguel de escritórios compartilhados (coworking)

5º Airbnb (EUA) – presta serviço de locação temporária

6º Stripe (EUA) – empresa de transações online

7º SpaceX (EUA) – atua com sistema aeroespacial

8º Epic Games (EUA) – desenvolve jogos eletrônicos

9º Grab (Singapura) – atua com transporte de passageiros e entrega de comida

10º DoorDash (EUA) – entrega alimentos preparado sob demanda

Leia mais

Última Palavra: Marina Monfrinato

Última Palavra: Marina Monfrinato

Somos os responsáveis por tudo o que acontece em nossa volta. Acho que você já ouviu isso inúmeras vezes, não é mesmo?...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.